Category: Máquina de Cartão

Como escolher a máquina de cartão mais adequada para seu negócio

As máquinas de cartões podem ser compradas – opção que evita custo fixo a longo prazo e é menos burocrática ou locadas – geralmente são aparelhos mais tecnológicos e com serviços de manutenção e troca garantidos.

Não é novidade que o fato de se oferecer formas variadas de pagamento seja um grande chamariz para as empresas dos mais diversos ramos e portes. Dentre as opções, uma das mais utilizadas pelos consumidores no geral é, sem dúvida alguma, o cartão – seja de débito ou de crédito. Assim, é importante que os estabelecimentos estejam prontos para absorver esta demanda de pagamento. A partir daí, aumentar as vendas, reduzir o índice de inadimplência (se comparado, por exemplo, com as compras realizadas mediante carnês) e diminuir os riscos (já que o valor das vendas realizadas no cartão não ficam no caixa físico e, com isto, não estão sujeitas a furtos).

Existem diversas alternativas no mercado, pois são muitas as máquinas de cartão disponíveis e isto pode gerar confusão. Segue abaixo uma relação de dicas para auxiliar no momento de escolha da máquina de cartão mais adequada para cada tipo negócio:

1. Dê preferência para as marcas que aceitam um maior número de bandeiras: quanto mais bandeiras de cartões uma empresa aceita, menores são as chances de perder vendas para clientes que optam por essa forma de pagamento.

2. Entenda se é melhor para o estabelecimento alugar ou comprar uma máquina: as máquinas de cartões podem ser compradas – opção que evita custo fixo a longo prazo e é menos burocrática ou locadas – geralmente são aparelhos mais tecnológicos e com serviços de manutenção e troca garantidos.

3. Compare as taxas de juros: as máquinas oferecem percentuais diversos de taxas cobradas por cada tipo de transação realizada através delas, então, é de suma importância entender muito bem os termos e decidir pelo modelo de cobrança mais vantajoso para a empresa.

4. Analise os prazos para repasse dos valores: uma vez realizada uma venda pela máquina de cartões, a empresa responsável pelo aparelho tem um prazo para repassar a quantia ao lojista ou prestador de serviços. Isto varia de uma marca para outra e elas comumente oferecem planos diversos com prazos diferentes, então, é imprescindível estar atento.

5. Estude qual seria a melhor opção de conexão para a máquina: esses aparelhos podem conectar-se à internet por meio de Wi-Fi ou redes 3G e 4G, por exemplo. É importante entender o que trará maior qualidade à experiência de compra do cliente final, levando em consideração variáveis como, a título de exemplo, a localização da empresa e o quão boa é, ali, a cobertura de internet.

6. Opte por marcas que ofertem serviços extras: algumas máquinas possibilitam a oferta de uma variedade de serviços extras, como é o caso das recargas de celulares e aparelhos televisivos por assinatura, ambos na modalidade pré-paga.

A CRED2 é uma empresa que facilita o acesso a empréstimos pela máquina de cartão – tudo de forma digital, online, rápida, prática e segura, com todo o procedimento criptografado, considerando o histórico das vendas pela maquininha. As parcelas são flexíveis e o custo é fixo. Além disso, os clientes que utilizam a maquininha da zoOmpay possuem crédito pré-aprovado na CRED2. É simples de contratar e é prático de pagar. Clique aqui para mais informações.

Leia Mais

Empréstimo pela maquininha de cartão vale a pena?

A máquina de cartão tem se tornado indispensável para os mais diferentes tipos de negociação. Segundo o último levantamento do Sebrae, com dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços, o pagamento por meio do cartão de crédito representa cerca de 40% das vendas do comércio.

E, além dos tradicionais pagamentos, algumas máquinas de cartão já tornam possível a realização de empréstimos. Entre essas máquinas estão a zoOmpay, Getnet, Cielo, Bin, Stone, Sipag e também a Rede. Esses créditos são liberados para pequenas e médias empresas e representam uma saída para os empreendedores que buscam mais facilidade e comodidade na hora de conseguir a liberação de um dinheiro extra.

E os benefícios dessa modalidade de empréstimo são muitas, entre elas a maior facilidade para fechar o negócio. Também não é preciso fazer a comprovação de renda e tudo pode ser feito em ambiente virtual e em pouco tempo. Além disso, não há necessidade de garantias ou fiadores e nem custos extras ou taxas ocultas. A análise do crédito e todo o cálculo de taxas de juros pode depender das informações que são disponibilizadas no momento em que o responsável pela empresa, que está em busca de crédito, faz uma simulação do valor pretendido.

Saiba como solicitar seu empréstimo na maquininha

Na hora de contratar é preciso ter atenção a algumas regras. É importante que as pequenas e médias empresas tenham CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) e uma conta corrente PJ também. O valor do faturamento da empresa precisa ser, no mínimo, de R$ 5.000,00 mensais em uma das máquinas de cartão, nos últimos seis meses.

O valor total emprestado pode alterar de acordo com a análise. O crédito – após aprovado – é depositado em até cinco dias úteis e pode ser usado pela empresa para as mais diversas finalidades, inclusive a ampliação dos negócios.

Em algumas situações, as parcelas mensais não são fixas e, em caso de diminuição do faturamento em um mês específico, o valor da parcela para esse período também poderá ser menor.

Se a empresa já tiver um empréstimo e precisa efetuar outro, isso também pode ser possível. Para tanto, é necessário já ter quitado – pelo menos – 60% da dívida anterior. Caso haja aumento do faturamento da empresa, o limite de crédito pode ser aumentado.

Soluções financeiras

A CRED2, Fintech especialista em crédito para médias e pequenas empresas, tem se destacado na oferta desse tipo de empréstimo. A pessoa jurídica que faz uso das maquininhas da zoOmpay, Getnet, Cielo, Bin, Stone, Sipag ou Rede já conta com um valor pré-aprovado de crédito. E esse limite é calculado de forma automática, tendo como base a média dos valores faturados nos últimos seis meses do empreendimento. Clique aqui e saiba mais.

Leia Mais

Como aproveitar a maquininha de cartão para solicitar um empréstimo?

O equipamento que antes era usado somente para fazer vendas, agora pode, também, gerar crédito para quem precisa de uma renda extra.

Em tempos de crise, muitas empresas estão em busca de crédito para manter os negócios ou, até mesmo, para ampliar os investimentos. Uma saída encontrada é o empréstimo feito por meio das maquininhas de cartão que estão presentes na maioria das pequenas e médias empresas.

Nos últimos anos, essas máquinas estão se tornando instrumentos importantes nos pagamentos e negociações. O equipamento que antes era usado somente para fazer vendas, agora pode, também, gerar crédito para quem precisa de uma renda extra.

Os motivos apontados para optar por essa modalidade de crédito são muitos e, entre, eles está a facilidade para fechar o negócio e, ainda, a não necessidade de fazer a comprovação de renda. Outro ponto positivo é a possibilidade de fazer toda a negociação de forma remota, em um curto prazo de tempo.

Você sabe quais máquinas de cartão já tornam possível essa modalidade de empréstimo? Entre elas estão: zoOmpay, Getnet, Cielo, Bin, Stone, Sipag e a Rede. Além da facilidade, é importante levar em conta alguma regras importantes na hora de fechar o empréstimo.

Para solicitar o crédito, pequenas e médias empresas precisam preencher uma série de requisitos, entre eles, a exigência de apresentação do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), juntamente com o número da conta corrente de Pessoa Jurídica. Além disso, o faturamento da empresa precisa ter um valor mínimo de R$ 5.000,00 mensais em uma das maquininhas – nos últimos seis meses. O crédito a ser emprestado varia de acordo com a análise realizada.

Após as negociações validadas, o crédito é depositado em até cinco dias úteis.

Melhores taxas do mercado

A CRED2 trabalha de forma descomplicada e faz o uso de tecnologia de ponta e última geração. Essa é a forma de oferta de uma solução financeira para pequenas e médias empresas com o objetivo de realizar projetos de curto a médio prazo.

Toda a análise de crédito e ainda o cálculo das taxas dos juros depende de informações que são apresentadas desde o momento em que o microempreendedor faz a simulação da liberação do empréstimo. Na CRED2 a pessoa jurídica que utiliza as maquininhas zoOmpay, Getnet, Cielo, Bin, Stone, Sipag ou Rede, já tem um valor pré-aprovado do crédito. O limite é calculado automaticamente e usa como base a média de todos os valores que foram faturados dentro de seis meses mais recentes.

Uma saída sem burocracia e de forma simplificada para quem quer empreender e conta com incentivos para o crescimento do próprio negócio. Clique aqui e saiba mais.

Leia Mais

Quem pode obter empréstimo pela máquina de cartão?

A facilidade do uso do cartão de crédito e débito tem deixado a maquininha de cartão cada vez mais presente nas empresas. Nos últimos anos, ela se tornou fundamental na hora de receber um pagamento ou fechar um negócio com o recebimento do valor final em parcelas.

A maquininha também tem sido usada em outra função que possibilita a efetivação de empréstimos para empresas. Em tempos de busca de oportunidade de crescimento, muitos empreendedores já aderiram a essa alternativa de crédito. Os motivos para fazer a opção de empréstimo pela maquininha são muitos. Há uma maior facilidade para fechar o negócio, todo o processo é feito de forma virtual e a comprovação de renda não é necessária.

Como obter empréstimo usando a máquina de cartão

As pequenas e médias empresas que desejam pedir o empréstimo pela maquininha devem estar cadastradas como pessoa jurídica e apresentar o número do CNPJ. Também é preciso fornecer um número de conta bancária de pessoa jurídica.

O empreendedor ainda deve ter um faturamento mínimo de R$ 5.000,00, dentro do prazo de seis meses, com o uso de uma das máquinas de cartão. Depois de tudo pronto, o crédito é depositado em um prazo de até cinco dias úteis. Vale lembrar que esse valor pode ser usado para as mais variadas finalidades, que incluem a ampliação do empreendimento, o pagamento de dívidas e o investimento em novas ideias.

Toda a análise de crédito – e ainda o cálculo das taxas dos juros – depende das informações que devem ser disponibilizadas quando o empreendedor faz a busca pelo empréstimo e autoriza a simulação dos valores a serem liberados.

Soluções financeiras

A CRED2 é uma Fintech especialista em crédito para pequenas e médias empresas e vem ganhando destaque nesse cenário econômico no Brasil. Rápido e sem burocracia, o processo para solicitar o empréstimo é bem simples.

E, um dos pontos que torna vantajoso fechar negócio com a CRED2, é que a pessoa jurídica que faz uso das seguintes maquininhas: zoOmpay, Getnet, Cielo, Bin, Stone, Sipag ou Rede, já tem o valor de crédito pré-aprovado para liberação. Esse limite é calculado automaticamente. A base do cálculo leva em conta o valor de faturamento da pessoa jurídica dentro do prazo dos últimos seis meses de atuação.

Quem está em busca de crédito deve avaliar essa opção como uma das mais vantajosas e seguras. Uma saída que pode ser simples, sem burocracia e ainda dá aquela forcinha para quem quer realizar o sonho de ver o negócio alavancar. Clique aqui e saiba mais.

Leia Mais